últimas notícias

Esportes

1 06/05/2019 08:40

O São Paulo perdeu o 100% de aproveitamento no Brasileirão ao empatar com o Flamengo por 1 a 1 no Morumbi, neste domingo. Mesmo jogando com uma equipe reserva, o rubro-negro conseguiu sair em vantagem, com Berrío, e exigiu que a equipe de Cuca se desdobrasse para igualar o placar com Tchê Tchê. Com muitos desfalques e poupando atletas para a rodada final da fase de grupos da Copa Libertadores, o técnico Abel Braga apostou na juventude de seu elenco para combater os garotos da equipe paulista.

Com uma escalação cheia de jogadores jovens e ofensivos, o São Paulo começou o jogo abafando a saída de bola do Flamengo. Nos primeiros cinco minutos, a equipe carioca quase não conseguiu passar do meio-campo e se segurou na base do chutão da defesa para o ataque.

A postura adotada pelos comandados de Cuca, no entanto, deixou espaço para o rápido e objetivo ataque rubro-negro. E na primeira vez que os jogadores ofensivos do Flamengo conseguiram trabalhar uma jogada, o gol saiu. Aos 7 minutos, Diego acionou Berrío na entrada da área. O colombiano, que tinha jogado apenas 27 minutos nesta temporada, tabelou com Hugo Moura e só teve o trabalho de escorar para o fundo do gol.

O gol deu mais confiança para o Flamengo, que passou a segurar a bola um pouco mais no campo rival. Diego, responsável pela organização das jogadas, exigiu boa defesa de Volpi. Foi a única grande intervenção do goleiro da equipe do Morumbi no primeiro tempo.

Aos 25 minutos, um susto. Thuler acertou uma pancada nas costas e na nuca de Pato e o atacante acabou sendo substituído por Everton. O atacante deixou o estádio ainda durante a partida e foi levado para o hospital para ser melhor avaliado.

Ainda na primeira etapa, por opção, Cuca tirou Anderson Martins para promover a entrada de Hernanes. As modificações deram mais volume para o São Paulo, que até conseguiu algumas finalizações de longe em direção do gol de César. O goleiro, no entanto, se mostrou seguro para fazer as defesas. O time tricolor tinha muita dificuldade da entrar na defesa rival por conta das boas atuações de Dantas e Thuler, ambos de apenas 20 anos.

Antes do apito final, Berrío se chocou com Walce e acabou "apagando" em campo. O autor do gol também deixou a partida, mas acabou acompanhando o confronto do banco de reservas. Por conta de todas as paralisações, faltas e substituições, o primeiro tempo teve apenas 43% de bola rolando.

A volta dos vestiários acabou se tornando um ataque contra defesa. A única jogada de desafogo do Flamengo era jogar a bola para Lincoln, que se desdobrava para mantê-la longe de seu gol. Já o São Paulo tentou de todas as formas mexer no placar. Liziero, Tchê Tchê e Hernanes continuaram arriscando chutes de fora da área. Enquanto isso, Toró, Antony e Helinho também conseguiam fazer boas jogadas pelos lados e exigiam muito da defesa carioca.

De tanto insistir, a equipe da casa conseguiu o empate. Helinho levantou na área e Hernanes exigiu um milagre de César. No rebote, Tchê Tchê teve paciência para arrumar o corpo e finalizar com força.

Depois do gol, a bola quase não rolou mais. O Flamengo começou a fazer muitas faltas e valorizar toda posse de bola no campo de ataque. Mas antes do apito final, Tchê Tchê ainda conseguiu uma finalização perigosa, que passou à direita de César.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, contra o Fortaleza, na Bahia. Já o Flamengo pega o Peñarol na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

Estadão







Rua Mário Luiz Vieira, 100 Estação - Jacobina/BA. CEP: 44.700-000
Tel.: (74) 3621-7474 | 9 9121-7888 | 9 9983-4318 | 9 8130-6939 | 9 9148-0077 (Whatsapp) - A Rádio que mais cresce na Bahia!
©2016 - Rádio Jaraguar - Todos os direitos reservados.